Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > A amarga luta para manter o poder
 
A amarga luta para manter o poder
22/07/2017 as 09:44 h  Autor Tenente Dirceu Cardoso Gon&  Imprimir Imprimir
Os tempos são bicudos. O presidente Michel Temer investe milhões na liberação de emendas parlamentares e atendimento de pedidos dos deputados, na esperança de rejeitar a denúncia que poderá afastá-lo do poder. Coincidência ou não, ao mesmo tempo, o governo promove o tarifaço sobre o preço dos combustíveis que, como mercadorias estratégicas, deverá impactar e provocar a inflação em toda a cadeia de produtos e serviços consumidos pela população. A inflação em queda será realimentada e seus benefícios adiados ou até anulados.

Espera-se que os efeitos previstos pelo governo na reforma trabalhista comecem a aparecer logo e possam beneficiar pelo menos parte dos 14 milhões de desempregados que o país acumulou através de políticas equivocadas. Se isso não ocorrer com relativa rapidez, será difícil o presidente continuar defendendo a tese do país “nos trilhos”, pois os efeitos do aumento dos impostos – e consequentemente dos preços = dos combustíveis serão sentidos já na próxima semana. Fica cada dia mais improvável a força governamental para promover as pretendidas e necessárias reformas previdenciária e política. Sem novas normas eleitorais, o pleito de 2018 tenderá a ser desastroso, pois não terá meios de custeio, já que depois das descobertas da Operação Lava Jato, ninguém mais se arriscará a fazer campanha com o dinheiro da corrupção. Talvez a situação fique ainda pior, ocorrendo o custeio pelo crime organizado que, segundo dizem, já se fez presente nas eleições municipais ao ano passado.

De outro lado, o condenado ex-presidente Lula bate de frente com o juiz Sérgio Moro. Em atos promovidos pelo PT e seus puxadinhos, busca desqualificar a sentença e acusa o magistrado de perseguição. Se é assim que pensa, deveria recorrer junto às cortes de apelação, jamais em atos públicos. No momento em que reúne apoiadores e se declara candidato à Presidência da República, o ex-presidente agride a Legislação Eleitoral, que proíbe a realização de campanha antecipada. A Resolução 23.450 do TSE, que regulou as eleições do ano passado, continua em vigor e estabelece que os comícios só poderão ser realizados a partir de 47 dias antes do pleito. Dia 16 e agosto, quando a eleição está marcada para 2 de outubro.  Antes disso, não.

Considerando-se que a Justiça Eleitoral só age extraordinariamente quando provocada, seria interessante que o Ministério Público Eleitoral ou entidades diretamente relacionadas à matéria questionassem essa campanha antecipada. Ela agride a isonomia entre os futuros candidatos, pois muitos deles ainda não foram definidos, os prováveis não executam essa pregação. A choradeira de Lula em ato público, além de ilegal, pode causar a quebra da ordem pública, com prejuízos materiais, ferimentos e até mortes. Melhor prevenir do que remediar. Cumpra-se a lei...
 



Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves
- dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo) - aspomilpm@terra.com.br

Comente via Facebook
Mais Artigos
Não há comentários.
img





img
RSS  Artigos Artigos

A ação da Polícia Federal na Universidade Federal de Minas Gerais, uma repetição da violência praticada também contra a Universidade Federal de Santa Catarina – que culminou com a morte do reitor Carlos Cancellier – parece indicar efetivamente, como denunciou o senador Roberto Requião, uma...
Disse o Sérgio Moro de sempre, diante de um comentário do ex-presidente Lula sobre os desmandos da justiça, que não debateria “publicamente com pessoas condenadas por crimes”. É a cara dele. Acha-se no direito de tecer comentários sobre tudo e sobre todos, projetando-se...
Nos últimos três anos, a Petrobras, maior empresa brasileira, foi alvo de um processo sistemático de desmoralização. Como resultado, a companhia começou a ser esquartejada, com vários de seus ativos sendo vendidos sem nenhuma transparência, e o pré-sal, maior...
Virou moda atribuir a violência e a criminalidade à falta de policiamento ou aos métodos de trabalho empregados pela força policial. O tema já sustentou muitas campanhas eleitorais e serviu de instrumento para os agitadores sociais atingirem seus objetivos. Uns clamam por maior presença...
Lembrei-me da música “A ordem do inverso” quando vi a reportagem sobre o primeiro transplante de coração do mundo. O Brasil parece ser mesmo o país do tanto faz, o que é correto já não vale mais, pelo visto roubaram SIM a imparcialidade da impressa, mas do simples cidadão a consciência, ainda não. Veja como se encontra a “imparcialidade da imprensa” nessa reportagem do fantástico em comemoração aos 50 anos do...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img

img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ao questionar Paulo Freire, Ronai Rocha analisa alguns dos paradigmas mais arraigados na nossa educação. A crise na educação brasileira é inegável. A baixa qualidade das aprendizagens, a estagnação do desempenho escolar nos testes padronizados, a pouca...
Mais de quinze anos depois do lançamento de As aventuras de Pi, Yann Martel retoma ao cenário literário com o romance As altas montanhas de Portugal, publicado no Brasil pelo selo Tordesilhas. Nesse livro, Martel mantém o estilo inventivo e...
Com os filhos pequenos à sua volta, Graça Ramos fazia a brincadeira das palavras para estimulá-los a construir um vocabulário rico. “Saía muito disparate”, ela se diverte ao lembrar. Ainda grávida, lia em voz alta para que os bebês em...
img
img
RSS  Top Vídeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img



img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK