Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > As perguntas me fazem bem?
 
As perguntas me fazem bem?
10/05/2017 as 07:27 h  Autor Padre Ezequiel Dal Pozzo  Imprimir Imprimir
O ser humano se faz perguntas. Elas possibilitam a descoberta da verdade da vida. Simplesmente seguir a onda; viver por viver; estar jogado no mundo não deixa o ser humano feliz. Ele precisa ser protagonista de sua história. Não somente deixar-se levar pela vida e sobremaneira pelos outros.

As perguntas fundamentais são: de onde vim? Para onde vou? O que posso esperar? O que devo fazer? Se nos concentrarmos na última, já temos muito o que pensar. Ela pode ser desmembrada em outras perguntas. O que devo fazer pra que a minha vida tenha sentido? Qual é mesmo minha missão nesse mundo? O que preciso fazer para deixar um legado as pessoas? Essas perguntas me tiram da periferia da vida e me fazem pensar naquilo que é central, no fundamental. Muitas pessoas se perdem no periférico e permanecem nele vivendo uma vida vazia. Só quem é impulsionado pelas perguntas se conecta com aquilo que a alma quer. Na alma está a verdade. Nela vamos descobrindo o essencial. Isso traz paz e verdadeira alegria ao coração.

Como surgem essas perguntas? Devemos nos fazê-las diariamente? Não creio que seja assim que acontece. As perguntas estão como que na base de fundo que fazem com que a vida seja vivida com verdade. Elas me impulsionam a não me contentar com uma vida pobre de sentido. Com elas não vivo simplesmente mas dou rumo a minha vida. Vou percebendo que o sentido profundo da vida não está somente naquilo que posso ver e agarrar. Passa por tudo o que faço mas vai além de tudo isso. O sentido, a partir das perguntas, abre a vida para uma dimensão transcendente. Vivo, trabalho, me encontro com pessoas, descanso, usufruo de tudo e em tudo percebo uma dimensão mais profunda. Isso porque a pergunta que me move me faz pensar o que devo fazer para que aquilo que faço não seja apenas para manter a minha vida, mas faz parte de uma missão maior. O sentido está acima, além de tudo e perpassa tudo. Nasce uma alegria no coração de perceber que tudo o que fazemos vale a pena, porque vai além das coisas. Vai além do simples fazer.

Em tudo devemos nos fazer perguntas. Por que faço isso? Porque costumo reagir assim diante das contrariedades? Porque tenho esse comportamento com as pessoas ou na família? Se me perguntar vou entender, crescer e melhorar. Assim serei mais feliz. Quem simplesmente diz: eu sou assim e pronto; que me aceitem assim; os outros tem que se adaptar comigo. Se afirmo isso não estou disposto a crescer. Parei no tempo. Não estou sendo protagonista de mudanças transformação. A vida não terá o sentido que ela é chamada a ter. Estou jogado na existência, sendo levado pela vida. Deixa a vida me levar, vida leva eu, como canta a canção só vale no sentido de deixar a vida fluir. Não vale se for na intenção de simplesmente viver sem se empenhar e sem perseguir os sonhos. A vida precisa de objetivos definidos que são como que forças propulsoras no caminho.



Padre Ezequiel Dal Pozzo

contato@padreezequiel.com.br
www.padreezequiel.com.br

Comente via Facebook
Mais Artigos
Não há comentários.
img



img
RSS  Artigos Artigos

Tivemos, no Amazonas, uma eleição temporã, que procura escolher o novo governador do Estado. De sete candidatos, restaram para concorrer no segundo turno dois ex-governadores – Amazonino Mendes (PDT) e Eduardo Braga (PMDB) – cujos partidos são denunciados por...
A Educação é o fator primordial para o desenvolvimento de uma nação. E com a Educação alcançaremos desenvolvimento em todas as áreas da ciência. Países como Israel, Coréia do Sul, China, Japão, e Índia, são exemplos emblemáticos... Ele investem pesado em ciência e...
A resposta é rápida. "Os políticos". O governo que em sucessivas administrações tem se preocupado mais com o que vão desviar do que ajudar o povo brasileiro. O Brasil é um continente. Não sofre de catástrofes naturais. Não tem tsunami. Não tem terremoto. Não tem vulcão. Não tem...
Seria a política a arte de enganar? De fazer vibrar as emoções dos menos favorecidos em seu sonho de uma vida melhor? Ainda me lembro de que minha dissertação do mestrado em Direito versava sobre a Saúde Pública e a Inclusão Social, dois temas previstos na nossa Constituição de 1988, talvez a mais romântica Constituição de todos os tempos. Hoje, depois de tudo que temos vivenciado e descoberto na política brasileira, sabemos que...
A política atual é um desastre, nossos políticos não aprendem e não se emendam, ou pior: não querem mudar e colocam jogo de interesses partidários e, especialmente, vontades pessoais acima da Nação. Valem-se de propostas, projetos e Medidas Provisórias destinadas a recompor a ...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img

img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Mais de quinze anos depois do lançamento de As aventuras de Pi, Yann Martel retoma ao cenário literário com o romance As altas montanhas de Portugal, publicado no Brasil pelo selo Tordesilhas. Nesse livro, Martel mantém o estilo inventivo e...
Com os filhos pequenos à sua volta, Graça Ramos fazia a brincadeira das palavras para estimulá-los a construir um vocabulário rico. “Saía muito disparate”, ela se diverte ao lembrar. Ainda grávida, lia em voz alta para que os bebês em...
Obra da Ática, lançada em 2011, traz as ilustrações originais de Jim Kay e tradução do escritor Antônio Xerxenesky. É o pesadelo de novo, como em quase todas as noites depois que a mãe de Conor ficou doente. A escuridão, o vento, os gritos – e o despertar no mesmo ponto, antes de...
img
img
RSS  Top Vídeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img



img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK