Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > A greve geral dos pneus queimados
 
A greve geral dos pneus queimados
28/04/2017 as 16:27 h  Autor Tenente Dirceu Cardoso Gon&  Imprimir Imprimir
Se tivesse conseguido mobilizar todos os trabalhadores, a dita greve geral causaria um prejuízo de R$ 16 bilhões à economia brasileira. Esse número é o que resulta da divisão do PIB (Produto Interno Bruto) anual – R$ 6 trilhões - por 365 dias. Mas, mesmo não tendo chegado a essa cifra, o movimento causou danos econômicos, tanto na queda da produção daqueles que aderiram à paralisação e dos que não conseguiram chegar ao trabalho, quanto pelos desembolsos governamentais com a mobilização dos aparelhos de segurança destinados a garantir a ordem pública e o direito de ir-e-vir usurpados da população pelos radicais que armaram barricadas, queimaram pneus e de alguma forma bloquearam a passagem.

Por mais razão que possam ter os manifestantes em suas teses, a ação por eles desenvolvida não se justifica. Seus direitos constitucionais de se manifestar e até promover a greve não os autorizam a bloquear o caminho dos que não aderem ao movimento. O vandalismo, como interrupção da rede elétrica do trem metropolitano de São Paulo, é crime e tem de ser punido, da mesma forma que outros atos que possam ter resultado em prejuízos à população ou ao patrimônio público ou particular.

Lembremos que a principal razão da greve é a extinção do imposto sindical compulsório, que obriga todos os trabalhadores, sindicalizados ou não, a destinar ao sindicato um dia de trabalho por ano. Com essa montanha de dinheiro nas mãos, os sindicatos nem fazem questão de ter sócios ou de prestar a eles bons serviços, pois têm sua sobrevivência garantida. O imposto sindical, em vez de ser investido em prol do trabalhador, acaba se tornando combustível para militância política e outros fins.indevidos.

Mesmo não tendo obtido a adesão da grande massa trabalhadora, a greve chamada prejudicou a vida da comunidade. Muitas famílias, por exemplo, não levaram seus filhos à escola – mesmo à escola particular que funcionou – por temer que, no caminho, as crianças pudessem ser bloqueadas e de alguma forma incomodadas pelos grevistas violentos e exacerbados.

Em importantes cidades – principalmente em São Paulo – os grevistas do transporte público não atenderam as determinações judiciais para manter ativo um percentual da frota nos horários de pico, forçando muitos trabalhadores a não comparecerem ao serviço por impossibilidade de meios. Os movimentos sociais, extrapolando às razões de sua existência, promoveram bloqueios de vias e transtornos à população. Espera-se o rigor das autoridades tanto do Executivo quanto do Judiciário, inclusive o Supremo Tribunal Federal, para que a legislação seja cumprida. É preciso garantir que o direito dos grevistas não se sobreponha ao da população e que a estrutura sindical não continue sendo tão escandalosamente utilizada para fins político-partidários...
 



Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves - dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo) - aspomilpm@terra.com.br      
 

Comente via Facebook
Mais Artigos
Não há comentários.
img



img
RSS  Artigos Artigos

Tivemos, no Amazonas, uma eleição temporã, que procura escolher o novo governador do Estado. De sete candidatos, restaram para concorrer no segundo turno dois ex-governadores – Amazonino Mendes (PDT) e Eduardo Braga (PMDB) – cujos partidos são denunciados por...
A Educação é o fator primordial para o desenvolvimento de uma nação. E com a Educação alcançaremos desenvolvimento em todas as áreas da ciência. Países como Israel, Coréia do Sul, China, Japão, e Índia, são exemplos emblemáticos... Ele investem pesado em ciência e...
A resposta é rápida. "Os políticos". O governo que em sucessivas administrações tem se preocupado mais com o que vão desviar do que ajudar o povo brasileiro. O Brasil é um continente. Não sofre de catástrofes naturais. Não tem tsunami. Não tem terremoto. Não tem vulcão. Não tem...
Seria a política a arte de enganar? De fazer vibrar as emoções dos menos favorecidos em seu sonho de uma vida melhor? Ainda me lembro de que minha dissertação do mestrado em Direito versava sobre a Saúde Pública e a Inclusão Social, dois temas previstos na nossa Constituição de 1988, talvez a mais romântica Constituição de todos os tempos. Hoje, depois de tudo que temos vivenciado e descoberto na política brasileira, sabemos que...
A política atual é um desastre, nossos políticos não aprendem e não se emendam, ou pior: não querem mudar e colocam jogo de interesses partidários e, especialmente, vontades pessoais acima da Nação. Valem-se de propostas, projetos e Medidas Provisórias destinadas a recompor a ...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img

img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Mais de quinze anos depois do lançamento de As aventuras de Pi, Yann Martel retoma ao cenário literário com o romance As altas montanhas de Portugal, publicado no Brasil pelo selo Tordesilhas. Nesse livro, Martel mantém o estilo inventivo e...
Com os filhos pequenos à sua volta, Graça Ramos fazia a brincadeira das palavras para estimulá-los a construir um vocabulário rico. “Saía muito disparate”, ela se diverte ao lembrar. Ainda grávida, lia em voz alta para que os bebês em...
Obra da Ática, lançada em 2011, traz as ilustrações originais de Jim Kay e tradução do escritor Antônio Xerxenesky. É o pesadelo de novo, como em quase todas as noites depois que a mãe de Conor ficou doente. A escuridão, o vento, os gritos – e o despertar no mesmo ponto, antes de...
img
img
RSS  Top Vídeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img



img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK