Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Esportes > Copa do Mundo no Brasil: um baba mundial
 
Copa do Mundo no Brasil: um baba mundial
01/08/2011 as 15:07 h  Autor Novoeste  Imprimir Imprimir
Na contramão do excesso de otimismo da ministra, um estudo do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), apontou que ao menos 9 dos 13 aeroportos brasileiros que estão em obras para a Copa de 2014 não devem estar prontos a tempo para o evento. Em julho passado, o secretário-geral da FIFA, Jerome Volcke, durante visita a Moscou, elogiou os russos pelo andamento adiantado das obras para a Copa que será sediada por lá em 2018, criticou o trabalho por aqui e chegou a lamentar a escolha do nosso país como sede dos jogos mundiais de futebol.

Recebemos a notícia de que seríamos “hospedeiros” da próxima Copa no segundo semestre de 2007. E, no entanto, faltando cerca de três anos para o mundial, estamos atrasados, enrolados e endividados. No início deste ano, o TCU (Tribunal de Contas da União) divulgou seu primeiro relatório sobre as ações da Copa no Brasil, e apontou atraso no início das mesmas, estouro significativo nos orçamentos, falta de transparência nos atos do governo e irregularidades graves nos projetos. Entre as obras mencionadas estão reformas e construções de estádios, aeroportos e projetos de mobilidade. Segundo o TCU “são grandes os riscos de aditivos contratuais, sobrepreço, contratos emergenciais e aportes desnecessários de recursos federais”.

O orçamento previsto para realizar toda a infraestrutura impecável exigida pela FIFA é de R$ 23 bilhões. No entanto, as “coisas” mudaram e vão mudar muito até a Copa. Para se ter uma ideia do que estou falando, a previsão do valor para a reforma do estádio Mineirão (MG) era de R$ 426 milhões, mas a proposta vencedora foi de R$ 743 milhões. Já o Maracanã (RJ), o valor passou de R$ 600 milhões para R$ 705 milhões. A maior diferença de custo ocorreu no novo estádio da Fonte Nova (BA), onde o previsto, mesmo sendo R$ 591 milhões, teve como proposta vencedora nada mais nada menos do que R$ 1,6 bilhão.

Como o horizonte nos acena, sediar a Copa do Mundo de 2014 nos custará muito mais do que um vexame internacional pelas obras inacabadas ou mal acabadas. Até mesmo o ministro do TCU, José Jorge, já afirmou que, apesar de todos os mecanismos de contas de controle e fiscalização dos recursos federais destinados às obras do mundial, “é impossível dizer que não haverá superfaturamento em algumas delas”.

Mas, mesmo carregando o vexame internacional pelo atraso das obras e pagando essa conta superfaturada, caso a Seleção Brasileira ganhe a Copa em casa, o brasileiro e sua paixão alucinada pelo futebol (às vezes acho que fomos colonizados por uma bola!) reduzirá tudo isso a nada – ou quase nada. Todavia, se até 2014 os jogadores do Brasil demonstrarem em campo o mesmo futebol de agora, sinto muito, mas vamos passar vergonha duas vezes e ainda pagar a conta.

Cathy Rodrigues

Jornalista 

Comente via Facebook
Mais Artigos
Não há comentários.
img



img
RSS  Artigos Artigos

Tivemos, no Amazonas, uma eleição temporã, que procura escolher o novo governador do Estado. De sete candidatos, restaram para concorrer no segundo turno dois ex-governadores – Amazonino Mendes (PDT) e Eduardo Braga (PMDB) – cujos partidos são denunciados por...
A Educação é o fator primordial para o desenvolvimento de uma nação. E com a Educação alcançaremos desenvolvimento em todas as áreas da ciência. Países como Israel, Coréia do Sul, China, Japão, e Índia, são exemplos emblemáticos... Ele investem pesado em ciência e...
A resposta é rápida. "Os políticos". O governo que em sucessivas administrações tem se preocupado mais com o que vão desviar do que ajudar o povo brasileiro. O Brasil é um continente. Não sofre de catástrofes naturais. Não tem tsunami. Não tem terremoto. Não tem vulcão. Não tem...
Seria a política a arte de enganar? De fazer vibrar as emoções dos menos favorecidos em seu sonho de uma vida melhor? Ainda me lembro de que minha dissertação do mestrado em Direito versava sobre a Saúde Pública e a Inclusão Social, dois temas previstos na nossa Constituição de 1988, talvez a mais romântica Constituição de todos os tempos. Hoje, depois de tudo que temos vivenciado e descoberto na política brasileira, sabemos que...
A política atual é um desastre, nossos políticos não aprendem e não se emendam, ou pior: não querem mudar e colocam jogo de interesses partidários e, especialmente, vontades pessoais acima da Nação. Valem-se de propostas, projetos e Medidas Provisórias destinadas a recompor a ...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img

img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Mais de quinze anos depois do lançamento de As aventuras de Pi, Yann Martel retoma ao cenário literário com o romance As altas montanhas de Portugal, publicado no Brasil pelo selo Tordesilhas. Nesse livro, Martel mantém o estilo inventivo e...
Com os filhos pequenos à sua volta, Graça Ramos fazia a brincadeira das palavras para estimulá-los a construir um vocabulário rico. “Saía muito disparate”, ela se diverte ao lembrar. Ainda grávida, lia em voz alta para que os bebês em...
Obra da Ática, lançada em 2011, traz as ilustrações originais de Jim Kay e tradução do escritor Antônio Xerxenesky. É o pesadelo de novo, como em quase todas as noites depois que a mãe de Conor ficou doente. A escuridão, o vento, os gritos – e o despertar no mesmo ponto, antes de...
img
img
RSS  Top Vídeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img



img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK